MORATÓRIA DE CRÉDITO EXTRAORDINÁRIA COVID-19

(Atualizado em abril 2021)
Quem pode aceder?

Decréscimo no rendimento

Quem teve decréscimo no rendimento igual ou superior a 20% devido à pandemia.

Redução/suspensão de trabalho

Quem teve uma redução do período normal de trabalho ou o contrato de trabalho suspenso.

Desempregado

Quem está desempregado ou é trabalhador independente elegível para o apoio extraordinário à redução da atividade económica.

Empresas encerradas

Quem é trabalhador de empresas encerradas na sequência da proclamação do estado de emergência.

CRÉDITOS ABRANGIDOS


 

Preocupado(a) com o fim das moratórias?

QUANDO ACABAM AS MORATÓRIAS?

1CLIENTES PARTICULARES
Moratórias públicas requisitadas até 30 de setembro de 2020:
Duração foi inicialmente definida até 31 de março de 2021 mas foi recentemente prolongada até 30 de setembro de 2021.

Moratórias públicas requisitadas entre 30 de setembro de 2020 e 31 de março de 2021:
Duração de nove meses, terminando, caso o crédito não tenha beneficiado de nenhuma moratória, no limite até 31 de dezembro de 2021.

Moratórias privadas:
Créditos habitação e outros créditos hipotecários até 31 de março de 2021 e para créditos pessoais a validade é de 12 meses até à data limite de 30 de junho de 2021.
2CLIENTES EMPRESARIAIS
Moratória requisitadas até 31 de março de 2021:
Duração de nove meses, no limite até 31 de dezembro de 2021.

Empresas que estejam já a beneficiar de moratórias desde 2020
Data de fim é 30 de setembro de 2021.

As empresas cujo CAE conste do anexo ao Decreto-Lei n.º 78-A/2020, e que pertencem a setores em que o impacto económico da economia foi maior, têm acesso a uma prorrogação automática de 12 meses do seu contrato de crédito a 30 de setembro de 2021. Esta prorrogação é adicional à prorrogação já efetuada relativa ao período da moratória..


O QUE FAZER QUANDO AS MORATÓRIAS ACABAREM?

Com o fim das moratórias é esperado que muitas famílias e empresas fiquem numa situação de aperto financeiro. As boas notícias é que existe uma alternativa. Para recuperar a folga mensal que as moratórias proporcionaram pode optar por consolidar os seus créditos. Desta forma poderá reduzir significativamente os seus encargos com créditos!